O rotineiro mau atendimento do Kalzone

Paciência é algo que nem sempre tenho na relação “prestador de serviço – consumidor“. Quase sempre do lado do consumidor, dou poucas vezes uma “segunda chance” a quem não me atende bem. Terceiras e quartas chances, são ainda menos prováveis, porém, não impossíveis. Isso, devido a minha relação com a lanchonete Kalzone, localizada na praça de alimentação do shopping Midway, em Natal.

É inacreditável a quantidade de vezes que sou mau atendido lá. É calzone que não tem, é copo de refrigerante que não tem, é a demora no atendimento, é troco que falta, é sabor que eles colocaram errado. Já passei por todas essas situações. Mesmo assim, volto. Assumo que sou uma típica “mulher de malandro” nessa relação.

A mais recente – não posso dizer que foi a última – do Kalzone aconteceu neste sábado, 23. Fui lá comprar um suco de laranja. Surpreendentemente, não havia fila no caixa. Pedi, recebi o troco e dei dois passos, ficando de frente para o local onde eles aprontam o suco. “Pronto, aqui está”, disse o atendente colocando o copo em cima da bancada. Quase não acreditei no que vi. Sempre o suco demora alguns minutos para ficar pronto, mas dessa vez foi entregue tão logo fiz o pedido.

No caminho até minha mesa, comecei a refletir: “opa, se o suco já estava pronto, ele pode muito bem não ter sido nem feito hoje”. Apesar desse pensamento, estava feliz por ter sido bem atendido na lanchonete. Sentei-me, furei a tampa do copo com o canudo e tomei o primeiro gole.

Sabe o gosto de suco de laranja feito com a fruta podre? Passada já há alguns dias? Pois é. Foi esse o sabor que senti. Levantei, voltei até o Kalzone. A frustração era tanta que até falei com a moça do caixa meio desconfiado. “Desculpa, mas é que esse suco não está com um gosto muito bom. Acho que as laranjas estavam ‘passadas’“.

Foi aí que ela me deu a primeira resposta que reafirmava, naquele sábado, o mau atendimento costumeiro. “Bom, as laranjas estão todas com esse sabor. Talvez seja melhor você pedir de outra fruta”, disse ela. Poxa, se as frutas estão ruins, por que continuam vendendo e nem avisam nada? Seria algum “vê-se-cola” por acaso? Deveriam estar pensar: “mesmo com as laranjas podres, a gente vende o suco. Se o freguês reclamar, trocamos, se não a gente vai diminuindo nosso prejuízo”.

Pedi outro sabor e fui novamente para o balcão onde aprontam as bebidas. Finalmente, a tradicional demora do Kalzone se fez presente, resultado do trabalho solitário do ‘preparador de sucos’ mediante a demanda constante. “Moço, você veio trocar o suco de laranja, foi? Comigo também aconteceu a mesma coisa. Esse suco estava péssimo. Acho que era coisa de três dias. Até a cor estava diferente, mais escura”, questionou-me uma mulher que estava ao meu lado, também esperando a bebida ficar pronta.

Claro que um mau atendente profissional, o Kalzone não iria cometer só essa garfe com a “mulher de malandro” aqui. Assisti a duas vitaminas de uma moça que ainda estava na fila para pagar ficarem prontas e serem entregues antes do meu suco. “Ah, tem seu suco, né boy? É de que mesmo?”, perguntou o rapaz que preparava as bebidas.

Pronto, depois dessa sim pude colocar esse sábado no meu hall da fama de mau atendimentos, categoria Kalzone. Ele vai ficar junto com as vezes que não tinham copo de 700 ml, suco de sabor algum, calzones de camarão com catupiry (e estas foram várias!) ou de chocolate e, claro, as vezes que serviram um sabor diferente do que pedi e paguei (só comigo, isso já ocorreu quatro vezes).

Agora, espero a próxima vez que serei mau atendido lá. Tão logo aconteça, contarei por aqui.

About these ads

Uma resposta para “O rotineiro mau atendimento do Kalzone

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s